Luto: Luiz Melodia morre aos 66 anos no RJ

Morreu aos 66 anos Luiz Melodia, um dos grandes compositores do Brasil, autor de sucessos como “Pérola Negra” e “Estácio, Holly Estácio”, conhecido por mesclar o samba ao suingue do soul em um modo original de compor e interpretar. Ele era dono de um estilo único e uma das vozes mais marcantes da MPB.

Carioca nascido no morro do Estácio em 7 de janeiro de 1951, Luiz Carlos dos Santos herdou o dom musical do pai.

O cantor morreu por volta das 5h desta sexta-feira (4). Ele estava internado no hospital Quinta D’Or, no Rio de Janeiro e sofria um câncer na medula óssea.

Neste ano, o cantor chegou a ficar mais de três meses internado após ter sido diagnosticado com mieloma múltiplo, um tipo raro de câncer no sangue. Logo em seguida ele iniciou as sessões de quimioterapia.

O tratamento resultou em uma baixa de glicemia e acidez sanguínea, e o artista precisou ser internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) no final de março.

No dia 13 de maio, Melodia passou por uma cirurgia de transplante bem-sucedido de medula óssea, porém a doença não regrediu.

Trajetória

Carioca nascido no morro do Estácio em 7 de janeiro de 1951, Luiz Carlos dos Santos herdou o dom musical do pai.

O pai, no entanto, se opôs de início à carreira musical, que começou mais voltada para a bossa nova e a jovem guarda, até que, depois de chamar a atenção dos poetas Wally Salomão e Torquato Neto, compôs “Pérola Negra”, gravada por Gal Costa no disco “Gal a Todo Vapor”, de 1972.

Saiu em 1973 o disco de mesmo nome, já com o nome artístico de Luiz Melodia. Os discos seguintes consolidaram sua carreira de artista que transitava entre o samba e o soul.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *