Táxi “vira ônibus” para protestar contra Uber

Quando o Uber quer conquistar novos usuários, a empresa lança mão de várias estratégias. Corridas grátis, cupom de desconto de R$ 20,00, open bar no carro e outras vantagens que atraem o cliente. As corridas grátis, ou cupons, por exemplo não são repassadas ao motorista. O cliente simplesmente não paga e o motorista mesmo assim recebe.

Mas o assunto não é esse.

Diante o imbróglio criado pela Câmara Municipal de São Luís; quer não quer votar o projeto que regulamenta o Uber. Os taxistas resolveram fazer um ”protesto positivo” contra o Uber e mostrar que os clientes não são contra os táxis.

Leia também:

Câmara de SL quer transformar Uber em táxi

O inimigo é outro. A briga de Táxi x Uber

Anunciaram que vão cobrar apenas R$ 5,00 para corridas realizadas nesta sexta-feira, 25 de agosto. Só que não é bem assim. Cada corrida custará, na realidade, R$ 20,00. Haja vista que os taxistas fizeram suas regras para o protesto ser lucrativo.


Em São Luís-MA, a bandeirada do táxi é R$ 4,50  e cada KM rodado na bandeira 1 é R$ 2,90; na bandeira 2 o km rodado é R$ 3,30


Para fazer valer os cinco reais tem que ser da seguinte forma. As corridas tem que ter uma distância de até 7km. O carro tem que sair lotado, ou seja, com 4 passageiros mais o taxistas. E cada um paga R$ 5,00. Ou seja a corrida na realidade sai por R$ 20,00.


Para comparar, uma corrida de Uber do Turu ao Shopping da Ilha  com um percurso de 6,5km a corrida sai por, em média, R$ 12,19


Agora se a pessoa fosse sozinha e pagasse o valor da corrida com o taxímetro ligado, quanto daria? Vamos analisar. Hoje a bandeirada é R$ 4,50. Como o trajeto escolhido pelo “projeto” é de 7km a corrida, sem a bandeirada, sairia no valor de R$ 20,30. Com a bandeirada, o valor total da corrida sairia por R$ 24,80. Ou seja, na realidade, o protesto está tirando apenas a bandeirada de R$ 4,50 e mais um desconto de R$ 0,30.

É assim que os taxistas escolheram lutar contra o Uber. Lucrando muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *