“Não sou de repetir mandato”, dispara Josimar de Maranhãozinho

Como bem definiu o jornalista Raimundo Borges, em sua coluna Bastidores (ontem), o deputado Josimar de Maranhãozinho tem uma ‘Fábrica de votos’. Na campanha de 2014, com 37 anos de idade, Josimar Costa Rodrigues ganhou o apelido de ‘Moral da BR’. O apelido, como bem lembrou Borges, faz uma referência à BR-316, local em que realizava festas de reggae gratuitas em municípios que cortam a região de Zé Doca, em especial a cidade de Maranhãozinho.

Em 2014, Josimar foi o deputado estadual mais bem votado. Seu desempenho passou dos 100 mil votos. Para completar a façanha, em 2018, Josimar chega como o mais bem votado para deputado federal e batendo recorde com quase 200 mil votos. Para completar, se não bastasse, Josimar conseguiu, com seu grupo, fazer sua esposa a deputada estadual mais bem votada deste ano. Maria Deusdete Lima, ou simplesmente Detinha, chega com a ‘Moral da BR’.

Casal foi mais votado na Câmara e Assembleia

Josimar costuma dizer que é “político profissional e não quer repetir mandato”. Em sua trajetória, já foi prefeito de Maranhãozinho, deputado estadual e agora deputado federal. Para não repetir mandato, Josimar tem ainda os cargos, no Maranhão, de senador ou governador.

Em entrevista com o jornal O Imparcial, o deputado disse que ampliou seu eleitorado e não se resume mais só à região do Turi.

“Agora eu fui votado em todas as regiões do estado do Maranhão. Agora tenho que estar presente em todo o Maranhão, tenho que focar nas necessidades do estado, mas tenho certeza que estou preparado”, disse Josimar. “Quero agradecer as pessoas que me deram o privilégio de ser mais uma vez deputado mais bem votado. E agora para federal na história política do Maranhão”, agradece.

O deputado Josimar também agradeceu à votação expressiva de sua esposa e diz que Detinha está preparada para assumir o mandato. “O Maranhão nos fez mais essa façanha, esse privilégio de nós, eu e Detinha, de sermos o casal mais bem votado na história política do estado do Maranhão”. Confira a entrevista que fiz para o jornal O Imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *