Maranhão do Sul ganha adeptos na Assembleia Legislativa

O deputado Antônio Pereira (DEM) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa na terça-feira (20), para defender a criação do Estado do Maranhão do Sul. O projeto de decreto legislativo foi protocolado no Senado Federal pelo senador Siqueira Campos (DEM).  A proposta já está tramitando na CCJ do Senado.

No pronunciamento, Antônio Pereira lembrou que a criação do Estado do Maranhão do Sul é um assunto histórico para o povo da região Tocantina, do Sul do Maranhão e especialmente da cidade de Imperatriz, digna de querer ser a capital de um novo estado, dentro de um novo momento do Brasil e do Estado do Maranhão.   

O democrata pediu atenção do governador Flávio Dino (PC do B), dos senadores, dos deputados federais, dos 42 deputados com assento na Assembleia Legislativa, das lideranças e da classe política, para tornar uma realidade a criação do Maranhão do Sul, o grande sonho do povo da região Sul do estado.

Antônio Pereira defende união de todos os parlamentares

Em nome do povo do Sul do Maranhão, o deputado Antônio Pereira agradeceu a sensibilidade da senadora Eliziane Gama, por ter assinado o projeto do senador Siqueira Campos.  “Tenho certeza de que essa sensibilidade chegará também aos outros senadores, senador Roberto Rocha e Weverton Rocha”, afirmou.

Em sua fala, Antônio Pereira deixou claro que sua ideia defendida desde o primeiro mandato não é dividir o Estado do Maranhão. “Caminhamos tanto tempo juntos e queremos ser irmãos. Queremos continuar irmãos, dividir as funções, porque nós sabemos que um estado do tamanho do Maranhão é de dimensões que alguns países na Europa não têm a metade”, disse.

Para Antônio Pereira, existe também a questão cultural na Região Sul. “Fomos colonizados pelo povo do Centro-Oeste, do Sul e do Sudeste. Há um pensamento diferente. Peço a compreensão do governador, dos senadores e dos deputados federais. Sem a classe política nós não caminharemos”, assinalou.

Apoio de deputados

Na ocasião, o deputado Antônio Pereira pediu a união de todos numa grande frente parlamentar, para que “possamos acompanhar, não só na Assembleia, mas também no Senado Federal, a questão do plebiscito e da criação do Maranhão do Sul, tão importante para a população do Maranhão do sul e do norte”.

Em aparte, os deputados professor Marco Aurélio, Wellington do Curso, Rigo Teles, Pastor Cavalcante, Arnaldo Melo, José Inácio Lula e Hélio Soares parabenizaram Antônio Pereira pela luta travada desde 2002 para criar o novo estado, e promover o debate acerca da questão em pronunciamento na tribuna da Casa.

Municípios que farão parte

 De acordo com o projeto do senador Siqueira Campos, o Maranhão do Sul seria composto pelos seguintes municípios: Açailândia, Alto Parnaíba, Amarante do Maranhão, Arame, Balsas, Barra do Corda, Benedito Leite, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Buritirana, Campestre do Maranhão, Carolina, Cidelândia, Davinópolis, Estreito, Feira Nova do Maranhão, Fernando Falcão, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Governador Edison Lobão, Grajaú, Imperatriz, Itaipava do Grajaú, Itinga do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, João Lisboa, Lajeado Novo, Loreto, Mirador, Montes Altos, Nova Colina, Nova Iorque, Pastos Bons, Porto Franco, Riachão, Ribamar Fiquene, Sambaíba, São Domingos do Azeitão, São Félix de Balsas, São Francisco do Brejão, São João do Paraíso, São Pedro da Água Branca, São Pedro dos Crentes, São Raimundo das Mangabeiras, Senador La Roque, Sítio Novo, Sucupira do Norte, Tasso Fragoso e Vila Nova dos Martírios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *