Bandidos assaltaram dentro do Golden Shopping Calhau na noite desta quarta-feira. Segundo primeiras informações, eles assistiam a sessão de um filme e, armados, anunciaram o assalto. Houve tumulto e corre corre em uma das salas, segundo testemunhas.

A polícia foi acionada e chegou ao local. Se posicionou dentro do shopping, no Cinema, e também nas entradas. Segundo informações inciais, três homens teriam praticado o assalto. E todos conseguiram fugir.

Uma cliente do shopping iniciou uma transmissão ao vivo da ocorrência pelas redes sociais. No vídeo, ela diz que homens estavam “roubando as lojas” e, logo depois, outra pessoa aparece na transmissão e diz que “amarraram pessoas dentro do cinema”. Ela pede “por favor, chame a polícia”, enquanto transmite os momentos de tensão em uma live pelo Instagram.

As informações da cliente não foram confirmadas.

Ainda não se sabe quantas e quais foram as vítimas e os pertences roubados. Ao final das sessões o fluxo de pessoas já estava normalizado, com policiamento nas saídas do estacionamento. (O IMPARCIAL)

A JBS entrou na Justiça para solicitar que o Instagram removesse uma página sobre sua marca Maturatta que foi colocada no ar por um usuário desconhecido. As postagens na rede falavam da carne e remetiam a campanhas publicitárias antigas, conteúdo que, segundo a JBS, confundia os consumidores. 

À Justiça, a JBS disse que procurou o Instagram pedindo a retirada da página, mas a rede social se negou a atender, dizendo que não identificou violações às diretrizes da comunidade. 

Procurada, a rede social afirma que “respeita a Justiça e cumpre decisões judiciais de remoção de conteúdo específico nos termos da legislação”. O Instagram tem um canal de denúncia dedicado ao recebimento de reclamações sobre violação de propriedade intelectual. (Painel S.A. – Folha)

governo Jair Bolsonaro enviou à Câmara dos Deputados uma proposta com objetivo de simplificar e reduzir a burocracia legal sobre as operações cambiais no país, revogando mais de cem leis, decretos e outros dispositivos criados desde 1920.

O projeto abre caminho para pessoas físicas terem contas em dólar e outras moedas estrangeiras no país. Libera ainda fintechs para atuarem de forma independente no mercado de câmbio. E destrava a compra de bancos brasileiros por estrangeiros.

No caso das contas com moedas estrangeiras, só segmentos específicos são autorizadas atualmente, como agentes que operam câmbio, emissores de cartões de crédito de uso internacional, sociedades seguradoras e prestadores de serviços turísticos. 

Com o projeto de lei, o Banco Central pode gradualmente expandir a possibilidade de pessoas físicas e jurídicas serem titulares dessas contas. (Folha de São Paulo)

A partir das 9 horas desta terça-feira (8), estará disponível para consulta o quinto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física  (IRPF) 2019. O lote de restituição inclui também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário para 2.703.715 contribuintes será realizado no dia 15 de outubro, totalizando R$ 3,5 bilhões. Desse total, R$180.177.859,42 referem-se ao quantitativo de contribuintes com preferência: 4.848 contribuintes idosos acima de 80 anos, 32.634 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.281 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave, e 17.056 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com o aplicativo, será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre a liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Por Agência Brasil

Nada mudou nem vai mudar com a saída de Eduardo Braide do PMN. De malas prontas para o Podemos, Braide já vai encontrar no ex-partido de Aluísio Mendes (hoje, PSC) aliados políticos no diretório estadual.

Antes de confirmar mudança, Braide tratou de deixar tudo arrumado no nanico PMN. O PMN agora passa a ser comandado por Fernando Braide, irmão de Eduardo. Desta forma, Eduardo Braide confirma o regime cartorial dos partidos que de certa forma consolidam herdeiros partidários.

Com mais estrutura, tempo de televisão, Eduardo Braide vai sair candidato à prefeito de São Luís no Podemos. Para aumentar seu poderio eleitoral, conta com o ex-correligionário Gildenemir de Lima Sousa, o deputado federal Pastor Gildenemyr (PL) para coligar com o partido de Josimar de Maranhãozinho. Hoje, o Pastor é o presidente do diretório municipal do PL e foi eleito pelo PMN com ajuda de Braide.

Diferente da última eleição que só contou com a insatisfação do povo pela gestão de Edivaldo Holanda Jr (PDT), agora Eduardo Braide conta com figurões da política como Aluísio Mendes, Josimar de Maranhãozinho, o PRTB de Márcio Coutinho e a simpatia dos tucanos Roberto Rocha (Senador pelo PSDB) e o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB). O que mudou?

Por A Carta Política

O secretário de Estado da Indústria e Comércio, deputado federal licenciado Simplício Araújo, manteve reunião na semana passada com a cúpula do Solidariedade, em Brasília, para tratar dos rumos do partido nas eleições de 2020 em São Luís.

Segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, na ocasião ele defendeu a filiação do deputado estadual Yglésio Moyses (ainda no PDT) para ser o candidato da sigla a prefeito da capital.

Simplício é o presidente do SDD no Maranhão.

Ainda resolvendo a situação da sua saída do PDT, Yglésio despertou interesse do Solidarieade depois de confirmar que pretende mesmo ser candidato a prefeito.

Além disso, apresenta pouca rejeição na mais recente pesquisa Econométrica que circula entre deputados, além de ser pouco conhecido do eleitorado, o que, para o SDD, representa bom potencial de crescimento.

O fato de ser médico e ainda atuar na área de saúde – pauta prioritária na capital – também pesa a favor do parlamentar.