A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), está realizando o Credenciamento Artístico para o Carnaval de São Luís de 2018. Os grupos estão sendo convocados pelo Edital Nº 14/2017 – PMSL/SECULT, que prevê a habilitação de propostas de atividades artísticas para compor a programação dos eventos de pré-Carnaval e Carnaval apoiados e realizados pela Prefeitura, a serem executados pela Secult. O edital completo pode ser acessado em www.saoluis.ma.gov.br.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 22 de dezembro, na sede da Secretaria Municipal de Cultura, localizada na Rua do Mocambo, nº 253 – Centro, de segunda a quinta-feira, das 13h às 18h, e nas sextas-feiras das 8h às 14h, considerando-se os dias úteis. Não serão aceitas inscrições enviadas por fax, correio eletrônico, sedex, ou qualquer outra forma
distinta.

Podem participar os grupos culturais com ou sem fins lucrativos, em funcionamento há pelo menos um ano e com sede em São Luís. Caso a natureza do registro seja Pessoa Física, este deve ser maior de 18 anos, maranhense, ou radicado no Maranhão há pelo menos cinco anos, com comprovada atuação na atividade de sua inscrição há pelo menos seis meses na cidade de São Luís.

CATEGORIAS

As categorias para o credenciamento são ‘Agremiações Carnavalescas’ e ‘Manifestações Culturais, Populares e Tradicionais’. A primeira se refere a criações coletivas de comunidades, fundadas na tradição, com figurino e adereços próprios, sendo: Escola de Samba, Bloco Tradicional (Grupos A e B, de acordo com a classificação da Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos e da Academia de Blocos Tradicionais do Estado do Maranhão), Bloco Organizado, Bloco Alternativo, Alegoria de Rua, Turma de Samba e Cordões Carnavalescos.

Já a segunda é referente a criações coletivas de comunidades, fundadas na tradição e transmitidas oralmente ou através de gestos, as quais envolvem linguagens como dança, música, teatro, artes plásticas, pinturas corporais, e/ou cantos sagrados, a exemplo do Tambor de Crioula, Bloco Afro, Tribo de Índio, Trupes de Carnaval, entre outros.

Cada interessado só poderá se inscrever uma única vez em cada uma das categorias, seja a inscrição em nome próprio ou por meio de empresário exclusivo. Os proponentes devem preencher o formulário e levar a documentação pedida especifica para sua categoria, sendo como Pessoa Jurídica, Pessoa Física ou Empresário Exclusivo do grupo (artigo 25, inciso III da Lei Federal nº 8.666/1993), descrita no Edital. Os documentos poderão ser apresentados em original, ou cópia autenticada na forma da lei, ou cópia simples acompanhada do original, que poderá ser declarada autêntica por servidor da Secult. As certidões solicitadas poderão ser obtidas nos sites oficiais dos respectivos órgãos.

PROPOSTAS

As propostas inscritas passarão por análise documental, que consiste na apreciação e triagem da documentação, e análise para definição da vinculação às expressões culturais/categorias abrangidas por este processo de credenciamento. Vale destacar que as propostas habilitadas pela Comissão de Credenciamento não terão necessariamente sua participação assegurada na programação cultural. A Secult irá organizar a programação cultural observando a rotatividade necessária dentre as propostas credenciadas, o interesse da Administração Pública e o tempo de duração de cada apresentação ou evento.

O resultado da análise documental e o resultado final do credenciamento sairão após o julgamento dos recursos (caso haja), sendo divulgados no dia 5 de janeiro de 2018 no Portal da Prefeitura, no Diário Oficial, e na sede da Secult. A programação será divulgada no dia 9 de janeiro. Os cachês das apresentações culturais selecionados para compor a programação variam de 2 mil a 5 mil reais, que serão somados de acordo com a quantidade de apresentações. O investimento da Prefeitura de São Luís para pagamentos das apresentações supera  R$ 1 milhão.

Da assessoria

Depois da prorrogação do prazo em mais 30 dias, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), deu início, ontem, sexta-feira (15) à fiscalização das faixas exclusivas para ônibus, táxis com passageiro e veículos preferenciais como ambulâncias e viaturas. Desde a instalação da fiscalização eletrônica, a população teve um prazo total de 60 dias para se adaptar às modificações, que têm o objetivo de promover maior segurança e fluidez ao trânsito, beneficiando especialmente os usuários do transporte coletivo.

Durante todo o período de adaptação, a Prefeitura desenvolveu ampla campanha de divulgação, visando orientar a população acerca das regras do trânsito, especialmente nos trechos das vias que passaram por modificações de tráfego em função da implantação das faixas exclusivas. As faixas foram implantadas nas avenidas Rio Branco, Colares Moreira e Cajazeiras. Com a nova regra de uso, só poderão trafegar nos trechos demarcados ônibus, táxi com passageiros, ambulâncias, viaturas da Polícia e da SMTT. Os demais veículos podem apenas convergir à direita nos pontos sinalizados.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, explica como as faixas exclusivas beneficiam o trânsito na cidade. “A criação dos corredores exclusivos de ônibus proporcionou maior fluidez ao transporte coletivo e contribui para desafogar o trânsito de modo geral na cidade, pois, com as faixas, os coletivos deixam de competir por espaço com os demais veículos. A medida fez com que a velocidade média dos ônibus fosse elevada de aproximadamente 15 km/h para cerca de 35 km/h, nos horários de pico”, ressalta o secretário.

A população vê a sinalização como um instrumento que vai melhorar a segurança no trânsito. “Acredito que aqui no Renascença vai melhorar bastante, especialmente por conta dos pardais”, disse o motorista, Wanderley Costa, 37 anos. “Com a fiscalização, com certeza a população vai respeitar mais e obedecer as regras do trânsito”, afirmou o taxista, Isaque Ferreira, 42 anos.

A decisão de prorrogar o prazo resultou da necessidade de ampliar o alcance das informações em relação ao uso dos corredores exclusivos e, assim, esclarecer as dúvidas da população sobre as regras. O período experimental está vigorando desde o dia 9 de outubro.

O titular da SMTT acrescenta que a prorrogação do prazo inicial de 30 dias foi positiva. “O prazo foi alongado porque a nossa intenção não é multar as pessoas, mas promover o bem-estar da população e a formação de condutores mais conscientes no trânsito”, enfatizou.

O uso indevido das faixas exclusivas incorre em infração gravíssima, com multa de R$ 293,00 e sete pontos na carteira de habilitação. A fiscalização também se estende aos ônibus, pois os veículos que saírem da faixa exclusiva também serão multados pela infração cometida.

Quem depende do transporte coletivo para trafegar, aponta benefícios da faixa exclusiva. “Pra quem anda de ônibus vai melhorar, pois é um meio de fluir melhor o trânsito”, ressalta a pedagoga Fátima Sousa, 58 anos.

Da assessoria

Uma triste notícia no inicio da manhã deste sábado, 09 de dezembro. Um acidente deixou mortos e feridos na Praia do Araçagi. Uma Van, de placa DSL 1165, caiu em um barranco na praia do Araçagi, em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís.

As primeiras notícias que se tem é que o condutor do veiculo perdeu o controle do veículo e depois do acidente ele evadiu do local sem prestar socorro aos passageiros.

Vítimas

Entre as vítimas do acidente estão duas crianças e um adulto que morreram ainda no local. Além dos três mortos, quinze pessoas ficaram feridas.

O Uber tem novidades para os usuários de São Luís. A partir de hoje entra em funcionamento uma nova categoria de serviço do aplicativo. É o UberSELECT. Essa modalidade disponibiliza carros maiores e mais confortáveis para seus usuários.

O novo serviço oferece carros mais novos e confortáveis que os disponíveis na categoria UberX. Com isso o valor vai aumentar 17% em relação ao UberX. Vale lembrar que o usuário escolhe qual modalidade de carro quer usar.

Motoristas podem escolher trabalhar pelo UberSELECT

Carros novos e boa avaliação. São uns dos requisitos para dirigir pelo UberSELECT. O app está preocupado com a boa experiência do usuário e por isso também exige que o motorista seja bem avaliado para fazer parte do UberSELECT. A avaliação mínima é de 4.7 na plataforma. Outro requisito interessante para o usuário é a categoria dos carros. Os modelos variam de cidade para cidade, em São Luís alguns exemplos que o usuário vai contar são o Honda City, o Fiat Idea, Hyndai Tuscan e o Renault Duster. “Já para os motoristas parceiros, esse complemento no valor a ser recebido será um benefício a mais que deverá ajudar na manutenção desses carros mais novos e confortáveis” é o que diz a assessoria da Uber.