PISTA LIVRE – UM TRIBUTO A SÉRGIO SÁ é o show com direção musical do instrumentista maranhense Marcelo Carvalho que acontece no próximo dia 17 de novembro, sexta-feira, 21h, no Teatro Alcione Nazaré (anexo ao Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, Praia Grande).
 
A iniciativa é uma homenagem inédita ao cantor e compositor cearense Sérgio Sá, que pontuou as paradas de sucesso nas décadas de 1970 e 1980, no universo pop brasileiro.
 
O show terá participações especiais de Mano Borges, Tutuca, Djalma Chaves, Jamilson Jackson, entre outros grandes artistas. Na ocasião haverá o lançamento do livro “Quem é esse cachorrinho?” da escritora Cristineuza Miranda, viúva do artista Sérgio Sá. A entrada é um 1kg de alimento não-perecível para ser doado a entidades filantrópicas maranhenses.
 
Na programação do “PISTA LIVRE, um Tributo a Sérgio Sá” também será exibido um vídeo-documentário com vida e obra desse artista, que faleceu, subitamente, os 64 anos, vítima de infarto sofrido na cidade natal de Fortaleza (CE), em outubro passado. O vídeo-documentário traz vários depoimentos e referências, inclusive, um deles, gravado pelo músico Zeca Baleiro.
O repertório do espetáculo foi cuidadosamente preparado pelo maranhense Marcelo Carvalho, traz músicas instrumentais e cantadas, sem faltar os grandes sucessos de Sérgio Sá. Inclusive, “Pista Livre” que dá nome ao show é uma parceria de Marcelo com Sérgio Sá. Marcelo Carvalho conheceu o cearense, através de um amigo em comum, o Maestro Zé Américo. “Na realidade, esse show seria o nosso primeiro encontro no palco; não houve tempo para tê-lo aqui em vida, mas dei continuidade ao nosso projeto, tornando-se uma grande homenagem a ele”, contou Marcelo.
 
No palco, Marcelo Carvalho estará com uma banda formada por exímios músicos: Renato Serra (teclado), Israel Dantas (guitarras e violão), Flemings Sandes (bateria), Daniel Cavalcante (trompete), Daniel Ferreira (saxofone) e o baixista carioca Nema Antunes.
 
Mas, quem era Sérgio Sá?
Houve um tempo em que as trilhas sonoras das novelas, tanto nacional quanto internacional, ditavam as paradas em todo o Brasil. Na época, havia uma tendência do mercado fonográfico para valorizar artistas norte-americanos, e as rádios davam preferência a músicas estrangeiras. Aí surgiu à ideia de lançar artistas que adotaram pseudônimo em inglês, em composições, sob medida, para os personagens da TV. Isso facilitava os direitos de veiculação dessas músicas para as emissoras e o sucesso era garantido.
 
Por exemplo, a balada “Listen” de Paul Bryan foi o auge na trilha sonora internacional da novela O Bem Amado, de 1973, pela TV Globo. E o Paul Bryan, de fato, abriu as portas para sua verdadeira identidade, o cantor, músico e compositor cearense Sérgio Sá. Ele assumiu seu nome de batismo com “Sonhos de um palhaço” na voz de Vanusa, música composta em parceria com Antonio Marcos. “Eu me rendo” e “O que é o que há?” também foram músicas dele gravadas por Fábio Jr., conhecidas em todo o país.
 
Como tecladista, Sérgio Sá integrou o grupo paulistano Joelho de Porco até 1976. Seu último álbum foi editado de forma independente, no começo deste ano, chamado Sérgio S/A, e traz as participações especialíssimas de Elba Ramalho e Gilberto Gil.

Sérgio Sá

 
SERVIÇO:
SHOW
PISTA LIVRE, um Tributo a Sérgio Sá
Direção Musical: Marcelo Carvalho
Participações especiais: Mano Borges, Tutuca, Djalma Chaves, Jamilson Jackson, entre outros grandes artistas. E lançamento do livro “Quem é esse cachorrinho?” de Cristineuza Miranda.
Dia 17 de novembro, sexta-feira, 21h
Teatro Alcione Nazaré (anexo ao Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, Praia Grande)
Ingressos: 1kg de alimento não-perecível.
Mais informações: 98 98112 7592.

Projeto Tim Music leva mais de uma centena de fãs para se encontrar com Maneva em SP. Cerca de 150 fãs e clientes TIM de São Paulo se encontraram no último dia 26 com os integrantes da banda Maneva para uma tarde de fotos e promoções. O encontro, promovido pela TIM, dentro do seu projeto TIM Music, em parceria com a Universal Music, aconteceu no Shopping Interlagos e durou algumas horas. Essa é a segunda ação do gênero promovida pelo projeto, que já havia realizado um primeiro encontro no Rio de Janeiro, juntando Xande de Pilares com seus fãs.

Além de conversarem com os integrantes da banda e poderem tirar muitas fotos, os fãs ainda participaram de promoções. Os 10 primeiros clientes da Tim que chegaram ao local, receberam pares de ingressos para o festival Tim Music Urbanamente, que acontece no início de dezembro em São Paulo. Todos os presentes foram ainda convidados a postarem em seus redes sociais fotos do encontro com a banda – os dois que obtiveram mais curtidas receberão em casa um kit da banda: Policarpo, que conseguiu cerca de 7.500 curtidas em sua foto e Thayna Rodrigues, que teve mais de 6.500 curtidas. Todos os presentes ainda receberam uma recordação do evento, com a foto do encontro impressa em um imã.

O Maneva será a principal atração do festival Tim Music Urbanamente, que teve sua versão carioca realizada no último dia 20, e que acontecerá em São Paulo, no dia 03 de dezembro, no Audio Club. Além da banda, também já estão confirmados Rael, Onze:20 e Haikass. O festival Tim Music Urbanamente é mais uma etapa da plataforma TIM Music, que engloba shows, festivais, e ações promocionais. Com o conceito “A Música que a sua vida pede”, a operadora busca proporcionar experiências únicas para os fãs de diversas tribos e gêneros musicais, reforçando a pluralidade do cenário musical nacional.