A jornalista Leda Nagle entrevistou o sertanejo Zezé di Camargo em seu canal do YouTube. O cantor se disse “muito politizado” e disse que já impressionou políticos pelo seu conhecimento “Já conversei com alguns políticos, eles ficam impressionados com meus conhecimentos políticos. Mas não tenho vocação pra exercer”, disse o cantor Zezé di Camargo.

Ao comentar sobre a atual situação do Brasil, Zezé revelou que o país nunca passou por uma ditadura.

Eu vou falar um absurdo aqui para você, vão me criticar, jornalistas vão falar de mim, achar que sou um maluco. Você sabe que o momento em que a gente vive hoje no Brasil, o Brasil lutou muito pela democracia, mas eu fico com pena de como os nossos políticos usaram aquela liberdade que nós conquistamos, que era sair do militarismo. Muito gente confunde militarismo com ditadura, todo mundo fala ‘nós vivíamos numa ditadura’. Nós não vivíamos numa ditadura, nós vivíamos num militarismo vigiado. Ditadura é a Venezuela, Cuba com Fidel Castro, Hungria, Coreia do Norte, China, esses são realmente ditadores. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto.

A jornalista Leda lembrou que a ditadura durou 21 anos e houve prisões, torturas e mortes e Zezé retrucou.

Mas não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta, como a gente vive até hoje, no mundo de hoje. Não dá pra acreditar que muita gente ainda acredita que uma ditadura vai dar certo. Mas eu acho, eu acredito, as pessoas vão me achar maluco, não quero isso jamais pro Brasil, mas eu imagino que o Brasil hoje precisaria passar por uma depuração. O Brasil até podia pensar no militarismo para reorganizar a coisa e ‘entregar’ de novo

A entrevista completa pode ser vista no vídeo no topo da página.

A música rapidamente bateu 25 mil views em 10 minutos e agora já conta com mais de um milhão de visualizações. O clipe do novo hit de Wesley Safadão foi lançado ontem, 11 de setembro, pelo cantor em seu canal do YouTube.

Rafael Cortez, Tirullipa, Larissa Dias e Lore Improta são o elenco do clipe que conta com bom humor e a direção de Mess Santos.

“Estou muito feliz com o resultado desse projeto. Apesar de ter gravado em Miami, essa música merecia um clipe. A galera vai gostar e se divertir”, comenta Wesley Safadão.

Já são 23 milhões de seguidores, dezenas de shows por mês, aparição em publicidade, programas de TV e outros números que apontam para o sucesso do piauiense Whinderson Nunes. O youtuber ficou no topo de uma pesquisa do Google em parceria com o Instituto Provokers sobre as personalidades mais influentes do país.

Whinderson Nunes é o mais influente do Brasil

É a terceira edição da pesquisa e é a primeira vez que um criador de conteúdo do YouTube fica em primeiro lugar. Ao todo foram elencadas dez personalidades em “Os Influenciadores de 2017 – Quem Brilha na Tela dos Brasileiros”, a metade é marcada por youtubers. Ao lado de Nunes tem Flávia Calina, Julio Cocielo, Felipe Castanhari e Felipe Neto.

A TV ainda não perdeu força. No topo da lista aparece Rodrigo Faro, Lázaro Ramos, Taís Araújo, Juliana Paes e Paola Oliveira.

A pesquisa estendeu neste ano a faixa etária dos entrevistados e passou a considerar a população de 14 a 34 anos. No ano passado, o estudo abrangeu pessoas dos 14 aos 17 anos e elegeu Luciano Huck como o mais influente; Whindersson Nunes ficou em segundo. Esse ano o marido de Angélica desapareceu da lista.

Lista completa

1 – Whindersson Nunes
2 – Rodrigo Faro
3 – Lázaro Ramos
4 – Taís Araújo
5 – Flavia Calina
6 – Juliana Paes
7 – Paolla Oliveira
8 – Julio Cocielo
9 – Felipe Castanhari
10 – Felipe Neto