Um dos grupos mais ouvidos dos últimos 20 anos confirma vinda ao Brasil em datas distintas. Os cinco integrantes de Oxfordshire veem constantemente superando seus próprios limites a cada novo trabalho, tendo iniciado com uma roupagem de rock, no início dos anos 90, e lentamente avançando para explorar estruturas e tons mais novos e desafiadores.

O inicio da banda remonta a meados dos anos 80, quando ainda frequentavam a mesma escola em Abingdon, na Inglaterra, sob o nome On A Friday. Durante seus anos universitários, eles permaneceram em contato até que se reencontrarem no início dos anos 90 para se concentrar em levar o projeto mais a sério. A banda encontrou gerenciamento e assinou com a EMI Records em 1991, mudando seu nome para Radiohead.

No Brasil, o festival acontecerá no Rio de Janeiro, no Parque Olímpico, em 20 de abril de 2018 e em São Paulo, no Allianz Parque, no dia 22 de abril de 2018.

Show na América Latina: mini festival acontecerá na Argentina, Brasil, Colômbia e Peru

Uma viagem sonora para os amantes da música que será realizado pela primeira vez em abril de 2018 na Argentina, Brasil, Colômbia e Peru. O SOUNDHEARTS Festival tem Radiohead tanto como headliner como curador do festival.

No Brasil, o festival acontecerá no Rio de Janeiro, no Parque Olímpico, em 20 de abril de 2018 e em São Paulo, no Allianz Parque, no dia 22 de abril de 2018.

O line up desta edição inclui ainda o músico, cineasta, produtor, DJ e rapper norte-americano Flying Lotus, o Junun,  grupo formado pelo guitarrista Jonny Greenwood com o israelense radicado na Índia Shye Ben-Tzur e os brasileiros do Aldo the Band.

Através do site oficial do festival é possível saber mais informações.

DATAS DO SOUNDHEARTS FESTIVAL

14.04.18 – BUENOS AIRES, ARGENTINA
17.04.18 – LIMA, PERU
20.04.18 – RIO DE JANEIRO, BRASIL
22.04.18 – SÃO PAULO, BRASIL
25.04.18 – BOGOTÁ, COLÔMBIA

Um dos balés mais populares do mundo, o clássico natalino O Quebra-Nozes chega neste fim de ano ao palco do Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro, para cinco apresentações, entre os dias 8 e 10 de dezembro. Nos papéis principais para a temporada 2017, estarão as bailarinas Ana Flávia Alvim e Danielle Marinho, como Clara, os bailarinos Breno Lucena e Diovani Cabral, como Quebra-Nozes e ainda como convidada Luciana Davi (São Paulo Cia de Dança) e Mel Oliveira (Primeira Solista do TMRJ) como A Fada Açucarada e Rainha das Neves, Mozart Mizuyama (São Paulo Cia de Dança) e Alyson Trindade (Primeiro Solista da CBB) como Príncipe e Rei das Naves. A direção e concepção coreográfica é de Jorge Texeira.

A enorme popularidade de O Quebra-Nozes comprova o fascínio exercido nas plateias a partir do encontro do conto de Alexandre Dumas com a música de Tchaikovsky e a coreografia original de Marius Petipá e Lev Ivanov. Sua estreia foi em 1892, na Rússia. A primeira apresentação no ocidente só aconteceu em 1934, no Sadler’s Wells Theatre, em Londres. Desde então, tornou-se um dos balés mais montados em todo o mundo.

Apresentado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, o espetáculo tem o patrocínio da Rio Prefeitura – Cultura, Accenture e Windsor Hotéis, apoio de O Globo e realização da Dell’Arte Soluções Culturais.

Sinopse

A ação se passa em Nuremberga, Europa Oriental, no princípio do século XIX. Narra-se a história de Drosselmeyer, um velho e misterioso fabricante de relógios e brinquedos mecânicos. Quando trabalhava no Palácio Real, Drosselmeyer inventou uma armadilha que matou metade dos ratos. Para se vingar, o maldoso Rei dos Ratos resolveu raptar o sobrinho de Drosselmeyer e o enfeitiçou com uma maldição, de modo que seu tio não mais o reconhecesse, fazendo com que o menino se transformasse num feio boneco Quebra-Nozes nas noites de Natal. Para que Drosselmeyer volte a reconhecer seu sobrinho, é preciso quebrar o feitiço. A única maneira de Quebra-Nozes desfazer a maldade do Rei dos Ratos é matá-lo e, mesmo com uma aparência ruim, conseguir ser amado por uma bela jovem.

É véspera de Natal. O médico e prefeito da cidade Jans Stahlbaum e sua esposa, imbuídos do espírito de Natal, se prontificam a oferecer, todo fim de ano, uma linda festa para seus parentes, amigos e crianças do orfanato Frone Kinder. A nobre e tradicional celebração é esperada com ansiedade pelos filhos do casal, Clara, Fritz e Louise, já que nesta noite eles têm a oportunidade de conhecer outras crianças e fazer novos amigos. Para Clara, este será um Natal ainda mais especial.

Um dos maiores músicos britânicos de todos os tempos está de volta, retornando ao palco nas primeiras apresentações ao vivo em 10 anos.

Em fevereiro de 2018, Phil Collins realizará uma turnê de um mês pela América Latina, incluindo visitas ao Brasil, México, Peru, Chile, Uruguai, Argentina e Porto Rico.

Os ingressos estarão à venda a partir de 07 de dezembro em www.eventim.com.br.

Com vendas superiores a 100 milhões em seu nome, álbuns que ocuparam a primeira posição em países pelo mundo afora e músicas que foram trilhas sonoras de milhões de vidas, Phil Collins é uma lenda viva cujo trabalho tem recebido aclamação crescente, uma vez que toda uma nova geração de artistas tem descoberto e se inspirado em sua carreira notável.

Artistas de Adele a Pharrell, Lorde, Kanye West e Beyoncé tem expressado recentemente seu amor pela música deste grande artista, desde que Phil anunciou sua aposentadoria em 2011. Sua última turnê mundial aconteceu em 2007.

Phil retornou à música ao se apresentar ao vivo em um evento para sua própria Little Dreams Foundation no ano passado, antes de cantar dois de seus maiores sucessos na abertura do US OPEN – Aberto de Tênis dos EUA – em Nova York, em agosto, o que acabou por inspirá-lo a anunciar sua primeira turnê em uma década.

“Eu pensei que eu me aposentaria quieto, em silêncio”, diz Phil de seu retorno, “Mas graças aos fãs, a minha família e ao apoio de alguns artistas extraordinários, redescobri minha paixão pela música e pelas apresentações ao vivo. É hora de fazer tudo de novo e estou entusiasmado. Parece a coisa certa a ser feita”

Um dos artistas mais bem sucedidos de sua geração, com mais singles no topo das paradas britânicas do que qualquer outro artista da década de 80, Phil Collins chegou ao estrelato primeiramente como baterista e, em seguida, como líder do Genesis, fazendo sua estreia solo com o álbum Face Value, de 1981, que trouxe o mundialmente famoso  hit “In The Air Tonight”.

Seguiu-se uma extraodinária carreira de sucessos: Três primeiros lugares nos charts britânicos – “Easy Lover”, “You Can’t Hurry Love” e “Against All Odds” (Take A Look At Me Now) – assim como sete primeiros lugares nos Estados Unidos e sucessos mundiais como “One More Night”, “Separate Lives”, “Two Hearts”, “Another Day In Paradise”, “I Wish It Would Rain Down”, “Both Sides Of The Story”e “Dance Into The Light to name”, para citar alguns.

Sua aguardada autobiografia, Not Dead Yet: TheAutobiographyfoi recentemente publicada pela Penguin Random House e depois de uma reedição de todos os seus álbuns de estúdio durante este ano, uma seleção de hits escolhidos de toda sua carreira, The Singles, foi lançada em diferentes formatos, em 2 CDs, 3 CDs, 4 LPs e disponibilizada digitalmente para download pela Atlantic Records em 24 de outubro.

The Legendary Phil Collins LIVE – AMÉRICA LATINA

22 Fevereiro 2018 –     Rio de Janeiro, Brasil –     Maracanã
24 Fevereiro 2018 –     São Paulo, Brasil –     Allianz Parque
27 Fevereiro 2018 –     Porto Alegre, Brasil –     Beira Rio
6 Março 2018 –       Monterrei, México –       Auditório Citibanamex
7 Março 2018 –     Guadalajara, México –       Arena VFG
9 Março 2018 –     Cidade do México, México –       Palacio de Los Deportes
13 Marco 2018 –     Lima, Peru –         Jockey Club del Peru
15 Março 2018 –     Santiago, Chile –         Estádio Nacional
17 Março 2018 –     Montevidéu, Uruguai –        Estádio Centenário
20 Março 2018 –     Buenos Aires, Argentina –           Campo Argentino de Polo
23 Março 2018 –     San Juan, Porto Rico –          Coliseu de Porto Rico