Carlos Brandão, então PSDB, anunciou migração para o PRB. Junto com o vice-governador, dezenas de prefeitos, vereadores e deputados devem sair do ninho tucano para o ninho da Igreja Universal.

Sendo assim, o PRB deve se tornar o segundo maior partido do Maranhão enquanto o PSDB deve esvaziar.

Figuras do PSDB como Neto Evangelista, o prefeito de Ribamar Luís Fernando e o suplente de senador Pinto Itamaraty participaram do jantar oferecido na casa oficial da vice-governadoria do Maranhão.

A debandada demonstra que no atual modelo político não se há identificação partidária nenhuma.

Apenas interesses.

 

Zé Reinaldo enxerga na família Macedo uma turbinada na sua pré-candidatura ao Senado. O ex-governador tenta viabilizar sua candidatura dentro do grupo do governador do estado do Maranhão, Flávio Dino. Ontem em um almoço realizado em Teresina, o ex-governador do Maranhão oficializou seu convite para algum membro da família Macedo compor na chapa do senado na primeira suplência. Estiveram presentes, Dedé Macedo, Hernando Macedo e o deputado estadual, Fábio Macedo (PDT), além do ex-prefeito de Timon, Chico Leitoa e o deputado estadual Rafael Leitoa.