O último título internacional do Flamengo foi no ano de 1999 na Copa Mercosul. E a possibilidade de mais um caneco internacional movimenta torcedores e bares que se preparam para transmitir e assistir ao jogo que acontece nessa quarta-feira,  13 de dezembro às 20:30 no Estádio do Maracanã. A desvantagem não desanima a nação rubro negra, pelo contrário, o fato do último jogo ser em casa motiva o time. No primeiro jogo da final, o Indepiendente ganhou do Flamengo por 2×1 e agora o Flamengo recebe o time argentino em desvantagem.

Réver, zagueiro e capitão do Flamengo.

Espero uma pressão ainda maior no Maracanã. Quando o estádio está lotado é muito mais difícil. Já peguei o Maraca cheio contra e é difícil jogar lá. Espero que o torcedor possa nos incentivar e fazer toda diferença como sempre fez em casa – revelou o zagueiro Réver, capitão do Flamengo

Em preparo para o jogo, o Resenha Sport Bar localizado na Av. São Luís Rei de França (Turu), prepara sua estrutura para receber torcedores do Flamengo e amantes do futebol. No local além do bar conta com estrutura de campo society e que pode ser o esquenta pré-jogo.

Qualquer jogo do Flamengo movimenta os bares, ainda mais uma final internacional como é a Sul Americana. Para isso o Resenha Sport Bar vai alinhar futebol, música e cerveja para atrair os torcedores – disse Eduardo Moraes, sócio do estabelecimento.

O Flamengo precisa ganhar do Indepiedente por dois gols de diferença para levar o título. O primeiro jogo o time argentino ganhou de virada por 2 x 1. O jogo acontece a partir das 20:30 em horário local.

 

Ontem, segunda-feira (11), foi publicado o edital para o concurso da saúde criado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde.

Estão sendo oferecidas mil vagas no quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), responsável pela gestão de 45 unidades de saúde na capital e no interior do estado. As inscrições serão realizadas a partir do dia 18 de dezembro, por meio do site do Instituto AOCP, organizadora do concurso, com o pagamento do valor de R$ 80 para nível médio e técnico e R$ 120 para nível superior. Os aprovados no certame terão direito a remunerações que variam de R$ 1.000 (nível médio) a R$ 7.425,31 (nível superior).

Das vagas autorizadas, serão ofertadas 60 oportunidades na área médica em diferentes especialidades, 630 vagas para as funções de enfermeiro e de técnico de enfermagem, além de 310 vagas distribuídas para os cargos de biomédico, bioquímico, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional, técnico em saúde bucal, advogado, analista administrativo, jornalista e assistente administrativo.

O candidato deve escolher a Regional de Saúde para a disputa da vaga no ato da inscrição. A distribuição dos candidatos aprovados no concurso será de acordo com a necessidade/conveniência das unidades de saúde nas regionais as quais os candidatos se inscreveram. As vagas foram distribuídas de acordo com as necessidades das respectivas unidades, apontadas num levantamento feito pela própria rede de saúde.

A presidente da Emserh, Ianik Leal, reforçou o compromisso do Governo do Maranhão com a gestão da saúde, com o constante acompanhamento do trabalho desenvolvido na saúde pública estadual e, sobretudo, compromisso com o usuário, demonstrando que é possível executar um atendimento público satisfatório para o setor. “A realização do concurso é uma demonstração do compromisso do Governo do Estado e da Secretaria de Saúde com a garantia de acesso, por mérito, ao setor público, por meio de concurso, de maneira transparente. Desta forma, busca-se oferecer uma assistência cada vez mais qualificada na rede de saúde do estado”, destacou.

A presidente da Emserh disse, ainda, que a autorização dada para o concurso não interfere na situação dos candidatos aprovados nos seletivos realizados em 2015. “O concurso não interfere no seletivo. As pessoas continuam sendo chamadas, conforme manda a lei, até o final do prazo regulamentar. Todo o procedimento para o lançamento do edital do concurso, provavelmente, só será concluído em janeiro de 2018”, explicou.

Este é o primeiro concurso da saúde depois de 25 anos, sendo que o último foi realizado ainda em 1992. Os candidatos serão submetidos à aplicação de provas objetivas e prova de títulos para os classificados dentro do número de vagas previsto no edital. A carga horária e os vencimentos dos profissionais aprovados obedecerão à Consolidação das Leis do Trabalho.

CONFIRA O QUADRO DE VAGAS

Médicos especialistas
Médico cardiologista: 8 vagas
Médico – clínica médica: 9 vagas
Médico – endocrinologia: 13 vagas
Médico – ginecologia e obstetrícia: 9 vagas
Médico – ortopedia: 7 vagas
Médico – pediatria: 10 vagas
Médico – psiquiatra: 4 vagas

Enfermagem 
Enfermeiro: 30 vagas
Enfermeiro obstetra: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Adulto: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Pediátrica: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Neonatal: 10 vagas
Técnico de enfermagem: 560 vagas

Área médica
Biomédico: 15 vagas
Bioquímico: 10 vagas
Farmacêutico: 60 vagas
Fisioterapeuta: 28 vagas
Fisioterapeuta UTI Pediátrica – Neonatal: 10 vagas
Fonoaudiólogo: 15 vagas
Nutricionista: 20 vagas
Odontólogo: 15 vagas
Psicólogo: 15 vagas
Terapeuta ocupacional: 15 vagas
Técnico em saúde bucal: 26 vagas

Área administrativa da Emserh
Advogado: 2 vagas
Analista administrativo: 44 vagas
Jornalista: 5 vagas
Assistente administrativo: 30 vagas