VEJA – Enquanto discursa contra a sociedade dividida em classes, o PT confirmou em Porto Alegre que é dividido em duas castas. Uma agrupa os Altos Companheiros, que dirigem o partido e veem Lula de perto. Os dirigidos se acotovelam na Militância e só enxergam o Mestre pendurado em palanques. Os que mandam chegaram à capital gaúcha de avião e se hospedaram num hotel cinco estrelas. Os que obedecem viajaram de ônibus, e a maioria passou algumas noites em pensões ou barracas da grife MST.

Lula premiou um pequeno bando de eleitos com as regalias reservadas ao único deus da seita. A comitiva voou de São Paulo para Porto Alegre a bordo do Legacy 600 que foi de Eike Batista e hoje pertence ao Bank of America. A versão oficial garante que a direção do PT bancou o aluguel do jato e os 80 apartamentos reservados por três dias à comitiva do chefão. O preço médio da diária é de 170 dólares. Só em hospedagem, portanto, a tropa de elite gastou quase 50 mil dólares, ou mais de 150 mil reais.

Como as delegações dos grandes times de futebol, o clube de Lula recebeu do hotel um tratamento vip, que incluiu o elevador privativo e uma ala inteira com acesso restrito aos hóspedes e seus convidados. Faz sentido. Se a Justiça cumprir seu dever, o time que dormiu no Sheraton vai fazer bonito no Campeonato Nacional do Sistema Penitenciário.

Não restou dúvidas. No TRF4 encerrou o julgamento de Lula e confirmou a sentença do juiz Sérgio Moro com um pequeno detalhe. A pena foi aumentada para 12 anos e 1 mês de prisão. Lula foi condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Além de ter que pagar uma multa equivalente a 1.400 salários mínimos, ou seja, um milhão de reais.

 
O senador Edison Lobão (PMDB-MA) defendeu a candidatura do ex-presidente Lula (PT-SP) para a Presidência da República. Segundo o maranhense, esta decisão deve ser tomada pelo povo, através do voto. 
Se o Lula foi tão bom assim – e eu desafio alguém que venha me demonstrar que não foi –, vamos repetir ou pelo menos deixá-lo ser candidato livremente. Deixa o povo decidir! Vivemos em uma democracia representativa, onde o povo se manifesta livremente — declarou Lobão.